JOGO DE PALAVRAS

.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

...continuos game...


É com a brisa de um sussurro,
Que acordo as letras adormecidas,
Que carrego entre os dedos,
Uma por uma,
Para que caiam sobre a folha em branco,
Em forma de palavras.

É com as palavras que te elevo os sentidos,
Até à excitação de uma frase,
Que te roce os sentires,
E te faça imaginar o que estará para além delas.

E é com as frases,
Que te elevo até ao orgasmo de um texto,
Deixando-te no limite de um desejo,
E de tudo aquilo que com simples palavras,
Com simples palavras, tu me fazes!

Perguntas-me por um jogo?
O jogo está aqui!

Olha-me de frente,
E através do olhar,
Sente as minhas palavras,
Na tua mente,
A ecoar!

5 comentários:

poetaeusou . . . disse...

*
sussurrando . . . jogo,
,
brisas de enlevos, deuxo,
,
*

Som do Silêncio disse...

Bem vindo Brain!
Voltaste em grande e inspirado :)
Gostei de te ler!

Bjs,
Som

Cadinho RoCo disse...

No jogo das palavras o encanto de envolventes encontros.
Cadinho RoCo

melgadoporto disse...

Letras e palavras!
Até de onde nos arrancam até onde nos levam.
Letras amando-se, engravidam.
Delas nascem palavras que nos seduzem.
É este o jogo infinito dos sentidos.
Delas e de nós por elas.
:-)

Donagata disse...

Vim aqui ter casualmente e fiquei. Gosto muito do que escreve. Sentido profundo que descobri nas suas palavras.
Voltarei.
Bom fim de semana.